Loading...

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Descer do sol

 Todas as noites o sol desce. E para onde?  Vem para a Terra.
 Vem curtir a noite com os homens, olhar a lua, namorar as meninas, festejar e se divertir.
  Aqui na terra ele há muito se veste de homem, e por ser tão luminoso, vestiu entre todas, uma pele negra, para tentar não transparecer seu brilho.
 Mas não conseguiu, porque o negro brilha.
 Como gostou de ser negro, continuou vestindo sempre essa cor de pele, e também, mesmo de dia, prefere as terras ao longo do equador.
 É por causa disso que o dia não some assim que chega a Terra. Porque leva um tempinho para o astro-rei se vestir. Ele gosta de estar bonito, e impecavelmente vestido e penteado.
  Com o tamanho do seu cabelo, que fora da roupa humana, balança ao redor do seu globo, imagina o tempo que leva.
  O sol de noite é negro e a lua adora olhar pra ele, e ele tem saudade dela, quando não a vê no céu de dia.
  Por que tem dias que ele até consegue estar com ela, mas nas noites,  a distância,  pelo menos ele consegue olhar pra ela, todos o dias, pelo menos um pouco, aqui na terra.
 Foi por isso que ele começou a vir pra cá, para ver a lua brilhar, e ao vê-la mais brilhante, como só brilha no escuro da noite, ficou de vez apaixonado por ela.
 Antes do homem existir, o sol corria atrás da lua quando na terra, vestido de outras espécies do planeta, para vê-la mais um pouco, e como corria em espécies noturnas, aprendeu o canto triste das corujas, o uivo dos lobos e as manhas das raposas.
Mas percebeu que isto bagunçava os dias na terra e parou, por causa do animais, porque o sol amou os animais e as plantas e fez filhos em todas as filhas destes e assim parou de estender  um pouco a noite nos dias que a lua não vinha de dia. Mas aprendeu a correr na terra como corria no céu, o planeta todo em um dia, enquanto corria com os animais pelo planeta.
Foi aí que ele viu os homens e suas festas, que surgiram juntos, enquanto o sol olhava a lua de noite e dormia  de dia de cansado de correr , olhando a lua, os homens e também suas mulheres, ou melhor, suas filhas.
 E preferiu os homens porque eles se nos olham nos olhos, como poucos animais fazem. Tem animais que se olharem nos olhos sai até briga. E de dia ninguém fica olhos nos olhos com o sol a maior parte do dia, a maioria dos dias. Ele olha para cá e ninguém olha de volta, nem homem nem bicho.
Veio ser homem e por isso também muitos animais olham, uivam e cantam para a lua. É que eles estão pedindo pra ela rogar ao sol, que volte a ser bicho de noite, que volte a correr e cantar com eles, pois nessa época era melhor,pois eles tinham assim mais filhos do sol, que eles eram mais rápidos então.
 Mas a lua diz que ele agora não pode mais. Que faz um tempo que ele vai a Terra todos os dias e fica a noite toda, mesmo nos dias que ela aparece só um pouco. Que ele diz que tem negócios na Terra, com os homens e que precisa resolver. e passa muito tempo, mesmo quando olhando para ela entre eles.
Acho que ela não sabe, o que ele apronta, que ele tem muitas namoradas, filhos e descendentes na terra, que brilham, cantam e correm  muito bem e também são inteligentes e sagazes e alegres como o sol, e que é por isso que ele passa tanto tempo na terra de noite. O sol adora uma festa.
Depois de festejar e namorar bastante ele se despe bem devagar(leva toda a madrugada) e parte para sua casa, o centro do sistema solar, onde brilha sem fazer força. Apenas brilha, naturalmente.
 Como quando está entre nós, em sua pele negra.

Dedicado a Maria Laura Cravo.

3 comentários:

  1. Adooooreeeeei este conto! Mt lindo e criativo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Astro, você sabe que o sol e a lua são um casal né?! A história da lua é linda, descobri isso a pouco tempo. Adorei! E tudo isso por causa daquele poema que eu postei..que saudade de você meu astro. Brilha, brilha , brilha mesmo de longe..e sempre! Te amo!
    Apareça e obrigada,foi na alma esse carinho.

    Maria Laura Cravo hehe

    ResponderExcluir
  3. O Sol e a Lua se Amam e se completam mesmo sem nunca terem se conhecido. O sol é lindo Divino e brilha em qualquer lugar, até se parece com meu querido Amigo Caetano. Você sabe o quando adoro vc bjs Heudes

    ResponderExcluir