Loading...

terça-feira, 13 de março de 2012

Vergonha na cara?

Eu sou um tímido descarado.
Perdi a vergonha na cara junto com a cara.
Agora mostro o sorriso que sobrou
   e não deixo ninguém me beijar.
Não podem, minha cara está no chão.
Gargalho sem boca,
 Sorrindo, sorrindo!
 Meu sorriso faz tremer os seus pés.
Mas tão fraquinho é o meu sorriso,
Que não ouves,
E sentindo e não atentando,
Simplesmente não podes ouvir com um só.
 Eu canto e o som sai de baixo.
 Eu sopro e ele dá uma volta.
 Não podes ver de onde vem o som,
E o calor do meu hálito.
 E o brilho dos meus dentes.
Será minha cara?
Mas sou um descarado.
Continuo rindo.
Pra que não me beije.
Não seja minha redentora em público.
Pois sou descarado demais e sou tímido demais pra isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário