Loading...

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

ARREBOL!

NÃO HÁ FELICIDADE NAQUILO QUE SE ESPERA , NEM NO ESPERAR, MAS APENAS NO PRESENTE.
QUAL A IMPERFEIÇÃO QUE COMPLETA A IMAGEM PERFEITA COMO FUNDO E CONTRASTE. DANDO ÊNFASE AO MOVIMENTO DA ATENÇÃO DAQUELES QUE OBSERVAM A PAISAGEM, COM LUZ, TRAÇOS, ESMAECIMENTOS E DIREÇÕES NATURALMENTE FORJADAS ÀS MINÚCIAS DO VENTO.
QUAL A TERRA QUE DESAPARECE ANTE AS CORES DO PÔR E DO NASCER DO SOL, ANTE AO CALEIDOSCÓPIO FLUIDO DO ARREBOL PSICODÉLICO, QUASE ESTÁTICO. LENTO E IMPLACÁVEL.
O ARREBOL ANTI-AURORA BOREAL DIÁRIO E COMUM DAS TARDES DE POUCAS NUVENS, MAS COM COLORIDO, SEMPRE ÚNICO, EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO. VIOLÁCEO. PURPÚREO. ALARANJADO. DOURADO, E BRANCO. E CINZA. E NEGRO. LANCINANTE AOS SENTIDOS. ARREBATADOR AO OLHAR.
E TUDO AQUILO NÃO EXISTE COMPARADO AO UNIVERSO. É UMA CAMADA FINA, COMO UMA UNHA, SE COMPARADA AO PRÓPRIO PLANETA, OU A UM ASTRO MAIOR. FEITA DE GASES E IMPACTOS INVISÍVEIS ENTRE MICROPARTÍCULAS DE MUITAS COISAS E LUZ. REFRAÇÃO CAÓTICA, MAS COM CÁLCULO PRECISO. NUNCA IGUAL. NUNCA DIFERENTE. PERFEIÇÃO DIÁRIA. COMO NOSSOS SONHOS. DESVANECENTES E ESSENCIAIS PERFEIÇÕES QUE SE COMPLETAM NA MERDA! A PROVA DE QUE VOCÊ COMEU, E MUITO. A PERFEIÇÃO DO PRESENTE! ARREBOL! ARREBOL! RARIBOL DO ARREBOL INTERGALÁCTICO!
VIVAAAAAA!!!
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário