Loading...

domingo, 3 de abril de 2016

Crer


Dizem que deus é amor.
 Não creio, mas confio no amor.

Pois se é necessário (e eu penso ser) ter uma razão maior, um propósito altíssimo, numa força criadora, motriz, geradora de vida e de morte para ter uma direção, escolho a mais nobre, mais bela, mais inexplicável e sublime. 
E também a menos difícil de se evidenciar.
Se deus existisse e fosse amor seria fácil ver.
 E não importa em que tempo e em que língua fosse dito seu nome, seria a mesma palavra, o mesmo nome, e descreveria os mesmos sentimentos e ações.
Seria o amor de todas as etnias, credos, e pessoas.
Como o amor é.

Universal, apesar de diverso.
Único e múltiplo.
Princípio de tudo que importa , meio mais nobre para se atingir todo propósito, e fim mais digno e recompensador que existe.
Permitindo sempre o recomeço.
Minha lei.
Amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário