Loading...

segunda-feira, 16 de maio de 2016

um perfeito idiota. (ou , O Bastante, ou Não Eu.)

Sou um perfeito. E um Idiota. Um perfeito idiota, Num idiota perfeito. Perfeito o bastante para saber que sou idiota, e isso é perfeito. Idiota o bastante para saber que sou perfeito, e isso é idiota. Agora façam o mesmo com a realidade. Pois se eu não me reconhecer na realidade, Eu não me destruirei mais. Já a realidade , durará o tempo que durar, Sendo perfeita ou idiota. Feia ou bela. Pois isso já diz, por si só, quanto tempo terá pela frente. Não eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário