Loading...

terça-feira, 28 de junho de 2016

Ado ece ou Se cura

Esquece quem e o que te adoece.
E segura aquilo ou quem te cura.
Sol e cannabis de manhã,
Riso  e algo mais de noite,
Café e tabaco, de tarde,
E sempre água pura.
Da arte , isso também faz parte.
Sal com moderação.
E açúcar branco, não
E vê se não desaparece.
A doença e a cura
  Que você procura,
É como está.
Assim vem, e assim se desvanece.
Como o orvalho da manhã,
Que evapora quando aquece.
Quando a Estrela D'Alva se vai.
E o sol a tudo fornece,
Vida, calor e som.
Luz que nos entorpece.
Alimento ao irmão.
E ao todo que não se esquece.


Nenhum comentário:

Postar um comentário