Loading...

domingo, 24 de julho de 2016

Tudo errado... tudo errado...

Ex fumante com dor no lado,
Compulsivo, Usuário cannábico,
Ex-crackudo, viciado,
Também cocainômano, e até tarado,
Ex-alcoólatra, ex-drogado.
De lado, fui embora,
De frente, estou de lado,
Anoréxico vomitando,
Praticamente condenado.
Me pergunto chorando:
-Será que eu sou a Universal?
Peço um banho e me rezo molhado.
Lembrando melhor do presente e do passado.
Redescubro meu equilíbrio e renegocio meu pecado.
Vou dormir despertando,
Entre surpreso e assustado.
O vazio repetindo:
Está tudo errado... Está tudo errado...
E de manhã? Ainda tudo errado?
Porra nenhuma, já melhorei.
Acordei cedo e tomei um banho de flor.
Com soro caseiro, lágrima de amor.
Tomei um chá que mata leão.
Cream Cracker pra digestão.
Um pouco de sol e um mamão.
Tanto tempo sem ceder a compulsão.
Me ensinou uma grande lição.
Vá rir, Don Astronauta,
Pois se está tudo errado,
Só uma pequena parte da responsabilidade é tua.
Abstenho-me então, do uso que me faz mal
Prático tudo que me der paz.
Tento ter mais atenção.
Apagar da mente a má vontade,
Fumando um baseadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário