Loading...

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Confissão( ou Eu sou eu mesmo e não me envergonho do que não posso mudar , ou é responsabilidade e deveria ser vergonha alheia)

Me acho simpático por fora e estranho por dentro, mas não sou feio em nenhum lugar da minha consciência. E isso já é mais que uma cambada de Mundofudocos que poluem e destroem e maltratam o planeta e todos os animais mais vulneráveis que a si mesmo.
Esse é meu sucesso! Não aceitar ficar feio. Mudar 500 vezes de atitude se preciso for, pra ficar bonito.
 Ser mais humilde, sair menos e até nunca, sair mais, comer plantas, comer mais, esquecer paranóias inúteis, não condenar o desequilíbrio alheio, não perder meu tênue equilíbrio, não me matar, me comprometer com meu coração, ser pacífico e paciente, aprender sua língua,  descobrir meu problema, te ajudar com o seu para não ser um negligente, ter mais e muita cultura, exprimir beleza e honra na hora do aperto, prender a respiração, andar de bicicleta e a pé, ser sincero e honesto já que não consigo estar calmo e calado, transar menos, transar mais, transar de camisinha, não transar. Queria muito não gritar, mas não tenho os malditos freios de impulso, então grito por ajuda
a você que está perto, a oportunidade é sua,

 Não seja feio comigo,
Isso é toda ajuda
que preciso para ser belo. Como sua sombra
que só faz o que você fizer com ela.
 Como o espelho,
que não deveria te surpreender,
pois apenas o seu reflexo
 de auto cuidado ou abandono
 lhe revela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário