Loading...

terça-feira, 23 de março de 2010

Onde tudo começou

Agora que o tempo já mudou.
Agora que a conta zerou.
Que farei?
Voltarei
Onde tudo começou.

Eu era um só
E um só voltei a ser.
Da maneira que nasci
E da forma que irei morrer.

Pois era naquela sala
A única criança,
E agora aqui vos fala
Apenas um ancião

Pois de todos os espermatozóides
Só eu concebi
E da minha geração
Todos morreram antes de mim.

E o que aprendi
No completar desta argola
É que mais vale o pescoço
Que a etiqueta da gola.

Pois neste mundo não importa
Se é senhor ou senhora,
Se endireita ou entorta
Tudo tem sua hora.

Tudo tem sua cor,
Sua temperatura e seu odor.
Tudo tem seu lugar,
Sem tirar  nem pôr.

E se você tropeçou
Ou dormiu e o tempo mudou,
O que fará?
Voltará
Onde tudo começou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário