Loading...

terça-feira, 23 de março de 2010

Quem?

Quem conheceria os desvios lúgrubes do coração humano?
Quem os aceitaria? Quem os perdoaria?
Quem caminharia pelas passarelas altas do sonho humano?
Quem não se atiraria abaixo, ao percebê-los irreais?
Ou tomaria uma atitude que faria endurecer as areias movediças do medo da morte, da má sorte, da rejeição?
Que olhar perscrutaria a escuridão para fugir das garras luminosas e coloridas da ilusão?
Quem se lembraria do céu no inferno?
Ou cuspindo o sangue do murro, lembraria o gosto do leite materno?
Quem se esquecerá do pior e se lembrará do "eu maior"?
Quem, por tudo que há nesse mundo aparentemente vão, poderá se lembrar da verdade?
Quem por toda a imensidão da eternidade, poderá abrindo mão da temeridade, chegar ao fundo desta questão?
Quem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário